.



 
 

Mediateca de Díli



A Mediateca de Timor encontra-se instalada em Díli, no Edifício Sede do ex BNU, desde 9 de julho de 2001.

A Mediateca de Timor encontra-se instalada em Díli, no Edifício Sede do ex BNU, desde 9 de julho de 2001, data da sua inauguração, na sequência de um protocolo estabelecido entre a CGD e o IPAD – Instituto Português de Apoio ao Desenvolvimento, no âmbito da cooperação portuguesa relativa aos países carenciados de expressão lusófona, e de acordo com a estratégia nacional para o desenvolvimento, de cada um destes países. Os PALOPs e Timor-Leste têm sido espaços de intervenção prioritária, na sequência de um passado comum, dos laços históricos e culturais.

A CGD, com a parceria do IPAD, faz chegar, a Timor, informações em livro, em papel e digital, e o veículo importante para o conhecimento que é a internet. O espaço dedicado à Internet é livre e gratuito, alberga conteúdos não comerciais em língua portuguesa e os seus utilizadores dispõem de ferramentas específicas para criarem as suas próprias páginas, produzindo informação original, para além das habituais consultas.

Os espaços de leitura, de informação técnica especializada, de multimédia e de audiovisual, Cdteca, Videoteca bem como utilização de software didático para autoformação são facilidades ao dispor dos Timorenses na Mediateca de Díli, cujas visitas desde a sua abertura, ultrapassaram as 180.000.

Díli é hoje a capital do país, atual e oficialmente, denominado por República Democrática de Timor-leste, depois de um processo de independência que esteve longe de ser breve e pacífico.

CGD - Gabinete do Património Histórico
in "No início foi assim Timor!" de Filomena Rosa
Outubro de 2011

 

Mediateca- de Díli